Tratamento Natural Para Dor Ciática

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

A dor ciática pode causar dor intensa e debilitante, juntamente com parestesias, sensação de corticite e/ou formigueiros, sensação de queimadura, dormência e fraqueza das pernas. A dor ciática normalmente ocorre quando o nervo ciático está irritado ou comprimido por um problema na coluna lombar provocando dor irradiada abaixo das nádegas, isquiotibiais, gémeos e pé.

Este é um sério problema de saúde. Estima-se que 40% da população virá a ter algum grau de dor ciática durante a sua vida. A dor ciática pode variar e engloba cólicas leves, uma sensação de aperto nos músculos isquiotibiais ou gémeos, até uma dor aguda constante da nádega até o pé.

O nervo ciático desce desde a parte inferior da coluna lombar para a parte de trás de ambas as pernas formando uma espécie de cabo elétrico de e para o cérebro.

O que causa exatamente a ciática?

Quando a coluna está desalinhada, é colocada pressão sobre o canal medular que percorre todo o trajeto das costas (coluna vertebral) e eventualmente no nervo ciático. Isso pode acontecer quando a cabeça e pescoço estão desequilibrados, e o corpo compensa pela elevação de um ombro e anca, portanto, colocando pressão sobre a parte inferior das costas.

A pressão também é causada pelo encurtamento do músculo piramidal. Isso é quase sempre devido a meses ou anos de desequilíbrios musculares nos músculos rotadores do quadril.

O músculo piriforme trata-se de um músculo pequeno e profundo, que tem origem ao longo da superfície anterior do sacro, seguindo posterolateralmente pelo sulco isquiático, terminando no trocânter maior do fêmur. Possui função primária de rotação externa do quadril e abdução do mesmo. Isto é o que nos permite caminhar, mudar o nosso peso de um pé para o outro, e manter o equilíbrio.

Basicamente, o piriforme é usado em quase todos os movimentos dos quadris e pernas.

Para evitar a dor – entender a causa

Um estudo no Journal of Neurosurgery: Spine, publicado em 2005, mostrou que cerca de 70% dos casos de dor ciática é causada pelo músculo piramidal. Se o piramidal está “apertado” (e muitas vezes isso acontece), exerce pressão sobre o nervo ciático e empurra-o contra os tendões abaixo dele, o que pode causar uma dor insuportável; isto é conhecido como o “síndrome do piramidal”.

Outras causas incluem a estenose da coluna vertebral, o estreitamento do canal vertebral na região lombar; doença de degeneração de disco; hérnia de disco ou abaulamento; ou lesão nas costas.

Espondilolistese, que pode causar dor ciática, é um deslizamento de uma vértebra, ficando desalinhada com o corpo vertebral superior, estreitando a abertura através do qual o nervo ciático passa.

dor ciaticaQual é a melhor maneira de tratar a dor ciática?

Obviamente, controle de peso, atividade física, como caminhada e alongamentos e evitar demasiado tempo sentado são componentes essenciais para uma vida sem dor.

Uma das causas mais negligenciadas de ciática é a má postura, o que aumenta a compressão do nervo ciático. Quando em pé ou sentado manter as costas retas e os ombros para trás – para aliviar um pouco a pressão.

Quando dormir de costas, coloque um travesseiro sob os joelhos ou quando dormir de lado, coloque um travesseiro entre os joelhos – para aliviar a pressão.

Ajuste a altura da cadeira – para que seus pés estejam apoiados no chão e os joelhos um pouco acima da anca. Mantenha os pés no chão e não cruzar as pernas quando sentado. Você também pode deitar no chão com uma almofada de aquecimento para fins de relaxamento.

Devo esticar?

Existem exercícios específicos de alongamento que são úteis. São necessários exercícios que alonguem os isquiotibiais. A maioria dos problemas lombares e dor ciática irá beneficiar de uma rotina regular de alongamento dos isquiotibiais.

O encurtamento dos isquiotibiais provoca um aumento de stresse sobre a coluna lombar e, muitas vezes agrava, ou até mesmo provocam, algumas das condições que levam à dor lombar e/ou dor ciática.

Os isquiotibiais são um grupo de três músculos localizados na parte de trás da coxa. Eles inserem-se no ísquio e vão até ao joelho, fazem a flexão do joelho e ajudam na extensão da coxa. A maioria das atividades diárias não alonga os isquiotibiais – o que faz com que eles se tornem encurtados. Exercícios de alongamento específicos são necessários para mantê-los saudáveis ​​e flexíveis.

Aliviar a dor nas costas com a Osteopatia

A Osteopatia é uma ferramenta maravilhosa tal como o são alguns exercícios de yoga específicos. Yoga é considerado terapêutico e deve ser feito quando os movimentos são fáceis de realizar. Não exagere.

Tratamentos de Osteopatia incorporam o fortalecimento e alongamento que são componentes de um bom programa de tratamento de dor ciática. O objetivo do tratamento osteopático é restaurar o movimento da coluna vertebral, melhorando assim a função, enquanto diminui a dor e a inflamação.

Dependendo da causa da dor ciática, o tratamento osteopático irá usar ajustes da coluna vertebral, juntamente com a terapia de gelo/calor, e exercícios de reabilitação para maximizar os resultados.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone