História & Filosofia da Osteopatia – Dr. Andrew Taylor Still

historia_02

A utilização das mãos no tratamento de traumatismos e doenças parece ter continuidade desde o tempo dos antigos egípcios. Hipócrates, pai da medicina convencional, já usava técnicas manuais especialmente de tracção e alavancas, no tratamento de deformidades da coluna vertebral.

A Osteopatia foi criada em 1874 pelo Dr. Andrew Taylor Still, no Missouri, EUA. Teve início após o falecimento de quatro elementos da sua família por meningite sem que a medicina convencional tivesse conseguido actuar. O Dr. Andrew Still procurou então por alternativas ao cientificamente estabelecido da época e encontrou, conseguindo estabelecer a relação entre a estrutura e a função do corpo.

A partir desse princípio de que a estrutura governa a função, desenvolveu, com base nos seus conhecimentos de anatomia, biomecânica e experiências práticas, toda a ciência osteopática.

Considerava que o equilíbrio das estruturas é essencial para evitar o aparecimento de disfunções e doenças. Defendeu a ideia de medicina preventiva, adoptando a filosofia de que os médicos devem centrar o tratamento na totalidade do doente e não apenas na doença.

É uma filosofia que passa pelo conceito de Holismo. Ao aproximar-se da pessoa e vê-la como um todo unificado e não somente como um conjunto de sintomas, a Osteopatia realça a relação entre a estrutura e a função bem como a capacidade do organismo se curar a si próprio.

O trabalho do Osteopata centra-se particularmente em encontrar a primeira causa de desequilíbrio, e que origina a dor, a que damos o nome de Disfunção Somática. O Osteopata deve encontrá-la e corrigi-la, pois consiste num comprometimento ou alteração das estruturas do corpo. Depois de corrigida a Disfunção Somática, o organismo fica em equilíbrio conservando a capacidade inerente de se defender e reequilibrar sozinho, funcionando nessa altura o Osteopata apenas como um facilitador desse processo.

O termo Disfunção Somática, está na Classificação Internacional das Doenças, sendo reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta organização reconhece a disfunção somática osteopática como cientificamente provada, bem como a Associação Médica Britânica (BMA) que reconhece a Osteopatia como uma disciplina médica.

Em 1892, o Dr. Still criou a American School of Osteopathy. O Dr. Litlle John, discípulo do Dr. Still levou a Osteopatia para o Reino Unido fundando a BSO, British School of Osteopathy em 1917. A Osteopatia foi difundida a nível mundial pelos discípulos de Still, muito embora na altura tenha existido uma grande resistência por parte da medicina convencional nos EUA.

Marcações & Contactos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Show Buttons
Hide Buttons
Pocket
Visit Us On FacebookVisit Us On Google PlusVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinCheck Our Feed