História & Filosofia

 

A utilização das mãos no tratamento de traumatismos e doenças parece ter continuidade desde o tempo dos antigos egípcios. Hipócrates, pai da medicina convencional, já usava técnicas manuais especialmente de tracção e alavancas, no tratamento de deformidades da coluna vertebral.

A Osteopatia foi criada em 1874 pelo Dr. Andrew Taylor Still, no Missouri, EUA. Teve início após o falecimento de quatro elementos da sua família por andrew taylor stillmeningite sem que a medicina convencional tivesse conseguido actuar. O Dr. Andrew Still procurou então por alternativas ao cientificamente estabelecido da época e encontrou, conseguindo estabelecer a relação entre a estrutura e a função do corpo.

A partir desse princípio de que a estrutura governa a função, desenvolveu, com base nos seus conhecimentos de anatomia, biomecânica e experiências práticas, toda a ciência osteopática.

Considerava que o equilíbrio das estruturas é essencial para evitar o aparecimento de disfunções e doenças. Defendeu a ideia de medicina preventiva, adoptando a filosofia de que os médicos devem centrar o tratamento na totalidade do doente e não apenas na doença.

É uma filosofia que passa pelo conceito de Holismo. Ao aproximar-se da pessoa e vê-la como um todo unificado e não somente como um conjunto de sintomas, a Osteopatia realça a relação entre a estrutura e a função bem como a capacidade do organismo se curar a si próprio.

O trabalho do Osteopata centra-se particularmente em encontrar a primeira causa de desequilíbrio, e que origina a dor, a que damos o nome de Disfunção Somática. O Osteopata deve encontrá-la e corrigi-la, pois consiste num comprometimento ou alteração das estruturas do corpo. Depois de corrigida a Disfunção Somática, o organismo fica em equilíbrio conservando a capacidade inerente de se defender e reequilibrar sozinho, funcionando nessa altura o Osteopata apenas como um facilitador desse processo.

O termo Disfunção Somática, está na Classificação Internacional das Doenças, sendo reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta organização reconhece a disfunção somática osteopática como cientificamente provada, bem como a Associação Médica Britânica (BMA) que reconhece a Osteopatia como uma disciplina médica.

Em 1892, o Dr. Still criou a American School of Osteopathy. O Dr. Litlle John, discípulo do Dr. Still levou a Osteopatia para o Reino Unido fundando a BSO, British School of Osteopathy em 1917. A Osteopatia foi difundida a nível mundial pelos discípulos de Still, muito embora na altura tenha existido uma grande resistência por parte da medicina convencional nos EUA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Show Buttons
Hide Buttons
Pocket
Visit Us On FacebookVisit Us On Google PlusVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinCheck Our Feed