Benefícios da Osteopatia

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

A osteopatia destina-se a pessoas de todas as faixas etárias e é procurada por diversos grupos de pessoas. Trás grandes benefícios ao nível da diminuição da dor e no aumento da mobilidade funcional. O tratamento Osteopático pode ter uma abordagem preventiva, de manutenção ou cura.

Desportistas

A osteopatia permite ao atleta manter-se no auge da forma física durante um período de tempo mais alargado. São frequentes os desalinhamentos articulares, as afectações musculares e ligamentares. A recuperação das lesões por correcção das disfunções é mais rápida. Com tratamentos regulares o atleta tem menos risco de lesão, por actuar na prevenção, do que aqueles que o não fazem.

Lombalgias

São normalmente provocadas por distúrbios da coluna vertebral, posturas incorrectas, stress, articulações desalinhadas e problemas discais. Como abordagem holística, a osteopatia é particularmente bem sucedida no tratamento destas situações.

Grávidas

O aumento de peso provoca tensões estruturais (articulares e musculares) que originam dor e desconforto ao nível da coluna e da bacia, bem como pés e pernas inchadas, podendo esta situação ser minimizada através de várias técnicas. O trabalho Osteopático é fundamental para manter o equilíbrio estrutural.

Jovens em fase de crescimento

Corrige e previne desequilíbrios que se podem tornar irreversíveis.

Os jovens em idade escolar devido ao peso das mochilas, ou sentarem-se de forma incorrecta à secretária durante um dia de aulas ou em casa, podem desenvolver problemas de coluna resultantes dessas más posturas.

Nesta fase, crianças e jovens têm um ritmo bastante acelerado de actividades desportivas e recreativas. Muitos jovens iniciam actividades de alta competição e por vezes exigem demasiado esforço de um corpo em crescimento e desenvolvimento. Essa pressão sobre o corpo e a exigência de maior desempenho pode originar lesões e tensões estruturais que se não forem tratadas podem resultar em problemas crónicos e até atrasos de crescimento

Depois dos 40 anos

Na meia-idade o vigor da juventude já não é o mesmo, iniciando-se o declínio energético e estrutural da forma física, o que pode favorecer o aparecimento de disfunções e lesões. Para além disso é uma fase que por vezes é dada ao sedentarismo, o que conduz à perda do tónus muscular e consequentemente condiciona o aparecimento de lesões e disfunções.

Como a Osteopatia avalia e trata a pessoa como um todo, vai avaliar toda a estrutura e identificar os pontos que precisam de ser fortalecidos, corrigindo as situações existentes e prevenindo futuras lesões.

Envelhecimento

Os analgésicos, que visam a diminuição da dor, não são a única solução para os problemas do envelhecimento. Para que os efeitos sejam visíveis por mais tempo, é necessário que seja eliminada a causa da dor, trabalho para o qual o Osteopata está devidamente treinado.

No idoso, a incidência de artroses e artrites é grande. O tratamento Osteopático melhora a sua mobilidade e proporciona-lhe um maior bem-estar, ao diminuir a rigidez articular e muscular.

Problemas relacionados com o trabalho

Vários são os trabalhos que implicam esforços repetidos originando disfunções musculares e articulares. A osteopatia actua como prevenção de forma a eliminar ou reduzir problemas já existentes.

Actividades que exijam trabalhar diante de um computador podem provocar dorsalgias, numa linha de montagem fabril poderá provocar dores cervicais ou restrições de mobilidade nos ombros, ou qualquer outro tipo de actividade que exija movimentos contínuos e repetidos, desencadeiam disfunções musculares, articulares e ligamentares diversas.

O trabalho Osteopático pode ser muito eficaz nestas situações, pois para além de corrigir as disfunções existentes, vai também evitar futuras lesões, e recomendar exercícios específicos para fortalecimento e correcção postural.

Actualmente há muitas mães trabalhadoras que têm de lidar com inúmeros factores desencadeantes de disfunções. São sobretudo atreitas a dores de cabeça ou cefaleias e disfunções, associadas ao stress (cervicalgias, etc.).

Artroses e artrites

Afectam todo o sistema músculo-esquelético, com compromisso muscular, articular e tendinoso. Nestes casos, o tratamento Osteopático assume um carácter preventivo e de manutenção. Através das mobilizações articulares, consegue-se uma maior lubrificação da articulação, relaxamento muscular, drenagem do exsudado inflamatório numa fase aguda, diminuição da dor e o restauro da mobilidade.

Pesquisas que levaram a este artigo:

  • osteopatia benefícios
Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone