A Osteoporose e a Mentira dos Suplementos de Cálcio | Osteopatia

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

coluna fracaMuitas pessoas tomam suplementos de cálcio para manter os ossos fortes. Mas a força dos ossos não é apenas uma questão de “óptima saúde” – pode ser uma questão de vida ou morte. E, infelizmente, a maioria dos suplementos de cálcio simplesmente não funcionam – e muitos são realmente perigosos.

A verdade é que, quanto mais você envelhece, maior será o risco de quebrar um osso. E, muitas vezes, não se trata apenas de dor e inconveniente. Por exemplo, pesquisas mostram que quebrar um quadril (uma lesão comum entre os idosos) mais do que duplica o risco de morte no ano seguinte.

No entanto, a saúde óssea não é apenas uma preocupação para os idosos. Na realidade, tanto para homens como mulheres, a perda de massa óssea começa por volta dos 35 anos – a menos que você tome medidas proativas para evitar. No entanto, infelizmente, muitos de nós esperam demasiado tempo antes de agir, e os ossos vão sofrendo sérios danos ao longo dos anos.

O meu conselho, não importa a sua idade: Começar a proteger seus ossos hoje. Quanto mais cedo você começar, melhor. Mas uma nova pesquisa emocionante está mostrando que independentemente da sua idade, há alguns poderosos protetores da saúde óssea que você pode começar a usar agora que pode fazer uma diferença significativa em seu futuro.

A surpreendente verdade sobre o cálcio

Não há como negar que o cálcio desempenha um papel importante na saúde dos ossos. Os especialistas concordam que o cálcio adequado durante toda a vida, como parte de uma dieta bem equilibrada, pode reduzir o risco de osteoporose.

Mas deixe-me esclarecer uma coisa: Tomar um suplemento de cálcio não é a bala mágica para a saúde óssea que muitos têm sido levados a acreditar que é. E infelizmente, a maioria das pessoas não estão a ter nenhum benefício a partir do cálcio que toma.

O fato é que tomar os suplementos de cálcio que você costuma encontrar em farmácias pode ter pouco ou quase nenhum benefício para os seus ossos. E pior do que isso, uma nova pesquisa alarmante está ligando a suplementação de cálcio ao aumento do risco de ataque cardíaco. ataque cardiaco

Especialistas advertem que a menos que você esteja tomando o tipo certo de cálcio com todos os cofatores que seu corpo precisa para realmente usar o cálcio que você está ingerindo, ele pode acabar acumulando-se em seus vasos sanguíneos, artérias, tecido cerebral, articulações e outros locais onde pode ser mortal.

É “A Mentira do Cálcio” a verdadeira causa do envelhecimento?

Esta pode ser uma notícia chocante, porque a maioria de nós ouvimos desde que éramos crianças que precisamos de cálcio para construir ossos fortes. Mas o fato é que, quanto mais cálcio nós consumimos (que nosso corpo não pode utilizar de imediato), mais calcificados os tecidos em todo o nosso corpo se tornam, e mais problemas de saúde começam a sentir e a ter.

Considere isto: um fator comum em todas as doenças degenerativas do envelhecimento é a calcificação ou endurecimento, de tecidos moles. Você provavelmente já viu um tubo ou torneira calcificados, mas o que é que a calcificação se parece no nosso corpo? É o endurecimento das articulações, a placa sobre os dentes, o endurecimento das artérias, cálculos biliares, casal veteranopedras nos rins, função cerebral prejudicada e muito mais.

Acima de tudo isso, a maioria das formas de cálcio suplementar (incluindo carbonato de cálcio genérico, citrato, gluconato de cálcio e coral) é derivado de sedimentos e fortemente contaminado com chumbo e outras toxinas.

Então, isso significa que você nunca deve tomar um suplemento de cálcio? A resposta a esta pergunta é um forte NÃO. Em vez disso, você precisa ter certeza de que está tomando o suplemento de cálcio certo.

Como salvar seus ossos, sem prejudicar sua saúde

Quando as pessoas pensam acerca dos blocos de construção dos ossos, o cálcio geralmente vem à mente em primeiro lugar. Mas não é assim tão simples.

Em seu livro, “A Mentira do Cálcio: O que o seu médico não sabe pode matá-lo”, Dr. Robert Thompson, MD explica que seus ossos são compostos por, pelo menos, uma dúzia de minerais, e se você se concentrar exclusivamente em suplementação de cálcio, você pode acabar desperdiçando dinheiro e, em alguns casos, fazendo realmente pior à sua saúde.

Com toda a desinformação sobre o cálcio que por aí circula, você tem que saber o que procurar em um bom suplemento de cálcio. Mais importante ainda, ter cuidado com qualquer suplemento que contém apenas cálcio (um grande sinal vermelho nestes casos), porque o cálcio funciona melhor quando combinado com cofatores sinérgicos.

A ligação surpreendente entre seus ossos e seu cérebro

Em um estudo recente, os pesquisadores registaram as medições da massa óssea em 987 pessoas com uma idade média de 76 anos e acompanharam-nos durante 13 anos. Eles descobriram que as mulheres com os menores índices de massa óssea têm mais do dobro da probabilidade de desenvolver doença de Alzheimer ou demência do que as mulheres com ossos mais fortes.

O que deve procurar num suplemento de cálcio:

1. Uma fonte de cálcio natural: casca de ovo, porque é a forma mais segura, mais natural e mais eficaz. Cálcio de casca de  cascas ovosovo contém proteínas transportadoras especiais que movem o cálcio para o interior da matriz óssea onde ela é necessária, bem como minerais essenciais para o aumento do apoio à construção óssea. E é cerca de 20% mais absorvente do que outros tipos de cálcio. Múltiplos estudos clínicos têm demonstrado que o cálcio da casca de ovo pode efetivamente aumentar a densidade mineral do osso dentro de 4-8 meses.

2. As vitaminas D3 e K2: Você precisa de quantidades adequadas de ambos vitamina D3 e vitamina K2 para ativar a osteocalcina, que move o cálcio fora da sua corrente sanguínea e inserindo-o na matriz óssea, onde ele é necessário, em vez de alojar-se nos tecidos moles. Tenha certeza de que você está a tomar a forma D3 da vitamina D e menaquinona-7 (MK-7) forma K2 da vitamina K.

3. Magnésio, zinco, cobre e boro: Estes são os cofatores minerais mais importantes para tomar com cálcio para a construção e remodelação de ossos saudáveis. É especialmente importante ter a certeza de que você está tomando magnésio na dosagem ideal na relação de 2 para 1. (Tome duas vezes a quantidade de cálcio em relação ao magnésio.)

4. Fructoborato de Cálcio: Se possível, procure um suplemento que contém fructoborato de cálcio, uma forma especial de boro que tem sido comprovada em pesquisas para combater a inflamação e apoiar a densidade mineral óssea saudável

5. Sílica: Idealmente, o seu regime de saúde óssea deve incluir uma fonte de sílica, tais como extrato de cavalinha. A Sílica suporta a formação de colagénio, que é essencial para a flexibilidade e resiliência do osso.

6. Agentes anti-inflamatórios à base de plantas: Por último, mas não menos importante, tentar incluir algumas ervas para combater a inflamação, tais como açafrão e gengibre. Manter a inflamação sob controlo é fundamental para ter ossos e articulações saudáveis.

Os Perigos das Drogas Farmacêuticas Para os Ossos

coluna aulaSe você acha que certas drogas para a osteoporose como Fosamax ou Boniva são uma boa forma de proteger os seus ossos, pense novamente! Estas drogas destroem as células ósseas chamadas osteoclastos, cuja função é destruir a matriz óssea, digerindo a matriz orgânica e dissolvendo os cristais de sais de cálcio, como parte do processo natural de remodelação óssea. Matar estas células (osteoclastos) irá aumentar a densidade óssea sim, mas não a força dos ossos ou a sua resiliência. Como resultado, os ossos perdem a sua flexibilidade e sua habilidade natural para se reconstruir. Você acaba com ossos mais grossos, mas compostos de células velhas, com menos resistência, o que, na verdade, aumenta o risco de fracturas!

O Motivo Porque é Difícil Encontrar Um Bom Suplemento de Cálcio

osteoporoseO problema com a maioria dos suplementos de cálcio é que eles são baseados em pesquisas desactualizadas. Elas foram formuladas num momento em que os cientistas acreditavam que tomar grandes quantidades de cálcio – e apenas cálcio – seria a chave para a saúde óssea. Além disso, naquela época, ninguém pensou duas vezes sobre o quão bem o corpo poderia absorver e utilizar o cálcio, ou se este estaria ou não contaminado com metais pesados e ou outras toxinas. Sabemos agora que não se trata de quanto cálcio, mas a forma correta de cálcio combinado com a mistura certa de cofatores sinergistas, que permitem ao corpo utilizá-lo correctamente de forma a construir ossos fortes.

Se Gostou Deste Artigo Comparti-lhe!

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone