A Causa Da Dor Crónica | Tratamento de Osteopatia

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone

De acordo com o Global Burden of Disease 2010, a lombalgia é a principal causa de incapacidade em todo o mundo. Nos Estados Unidos, estima-se que 600.000 pessoas optem por cirurgia da coluna vertebral e mais de 30 milhões de pessoas sofrem de dor lombar constantemente. Mas, na realidade, a dor lombar crónica pode ser eliminada (na maioria dos casos) – sem a necessidade de procedimentos cirúrgicos arriscados.

Aprenda a eliminar a dor crónica de forma holística. David Hanscom, MD, um cirurgião ortopédico, revela o seu programa de cura em 5 passos – o que tem ajudado centenas de pacientes a evitar cirurgia nas costas e a viver a vida livre de dores. Descubra como a ansiedade provoca dor e qual o perigo de suprimir as emoções, e muito mais.

Como você sabe se a sua dor de costas está relacionada com mente-corpo?

Se a ressonância magnética não revela um problema estrutural grave, então você está provavelmente experimentando ‘Síndrome Mente Corpo” ou Tensão Miosite. Em outras palavras, se não houver qualquer evidência de lesão do nervo; alteração da força muscular ou sensibilidade nos braços ou pernas – você provavelmente terá SMB / TM. Assim, você pode perguntar-se, por que deve obter uma ressonância magnética?

Eugene Carragee, MD, da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, disse que RM deve ser usada para descartar infeções, cancro ou fraturas; mas os pacientes (e médicos) devem esperar encontrar alterações degenerativas comuns. “Francamente, a ressonância magnética não é útil em prever a dor lombar”.

Esteja atento, pois os cirurgiões muitas vezes sugerem a cirurgia (á coluna) ás costas ou á cervical quando certas “medidas conservadoras” ineficazes (calor, gelo, fisioterapia ou massagem) falham. Mas a maioria dos cirurgiões convencionalmente treinados não conseguem perceber que, em muitos casos, o pescoço e dor nas costas, enxaquecas e lesões por esforço repetitivo podem ser o resultado de emoções (prejudiciais) suprimidas.

O caminho revelado para a dor crónica

dor cronicaA dor crónica pode ser causada por anomalias estruturais; inflamação crónica em torno da coluna vertebral ou SMB. É por isso que é imperativo que você trabalhe com um técnico qualificado para determinar a origem da dor. Por exemplo, a depressão pode não ser realmente a causa da sua dor crónica, mas apenas um mero resultado de dor, falta de sono, ansiedade, raiva e maus hábitos alimentares. Corrija os problemas reais e a depressão tenderá a desaparecer.

Quando quer resolver problemas de dor crónica não-estruturalmente relacionados, a “memorização de pensamentos negativos” deve ser considerada. Obviamente, a dor crónica tende a criar uma abundância de pensamentos negativos e sentimentos como, “o cirurgião estragou-me as costas “ou “esta dor está a destruir a minha vida”. Com o tempo, esses pensamentos assumem vida própria e, se não forem tratados adequadamente, pode contribuir para a dor. Felizmente, com a ajuda de um profissional bem treinado, há maneiras de “reprogramar” o cérebro e melhorar drasticamente a qualidade de sua vida.

David A. Hanscom, MD é um cirurgião ortopédico que se especializou em complexas cirurgias da coluna vertebral. Ele realiza operações em escoliose, cifose e espondilolistese em adultos e crianças. Ele também lida com fraturas, infeções, tumores e pacientes que tiveram maus resultados em cirurgia anterior da coluna.

Com mais de 25 anos de prática médica, Dr. Hanscom aprendeu que apenas problemas estruturais identificáveis com sintomas correspondentes respondem à cirurgia. Atualmente, uma grande parte da sua prática é resgatar situações em que os pacientes foram submetidos a várias tentativas fracassadas de cirurgia. De fato, um tema recorrente é que a primeira operação nunca deveria ter sido feita.

Descubra uma abordagem não-cirúrgica para a dor crónica. Experimente também a osteopatia – procure um osteopata qualificado. A dor é percebida sempre no cérebro. A osteopatia tem a importância no ‘acalmar’ do sistema nervoso, tendo uma abordagem única para o desenvolvimento de novos caminhos para eliminar a dor.

Referências:
www.unlearnyourpain.com

Se Gostou Deste Artigo, Partilhe.

Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this pageEmail this to someone